Amnésia Glútea – Serão os seus Glúteos Fortes o Suficiente?

Muitos alunos/atletas treinam muito bem, treinam todos os dias fazem as aulas direitinho, fazem mobilidade e tudo mais e mesmo assim ainda sofrem de dores lombares. Fazem o recomendado, e até fazem massagens e aquela dor incomodativa continua a não os deixar em paz. O problema pode estar num músculo, que muitas pessoas e mesmo os atletas se calhar não dão muita importância que são os glúteos. Os glúteos são provavelmente um dos grupos musculares mais importante no nosso organismo. Muitos especialistas afirmam mesmo que a maioria das pessoas não utiliza os glúteos da forma mais correta, mesmo os atletas de topo.

Serão os seus glúteos fortes o suficiente?

Os glúteos são a principal fonte de geração de energia, a falta de habilidade para flexibilizar os glúteos é referida como “Amnésia Glútea”. Ou seja, os seus glúteos estão adormecidos. O termo Amnésia Glútea foi encontrado pelo especialista em dores lombares do Canadá, Dr. Stuart McGill, uma vez que reconheceu que mais e mais pessoas sofriam deste síndrome.

Mas porque razão não os conseguimos “acordar”?

É uma boa pergunta sem duvida, mas que não tem uma resposta certa e exata! É uma mistura de diferentes razões. Como sempre tem muito a ver com o nosso estilo de vida sedentário, estar demasiado tempo sentado e na mesma posição causa muitos problemas. Um deles é que desaprendemos alguns dos movimentos humanos mais básicos. A fáscia fica apertada, perdemos mobilidade e força muscular. Tudo isso começa provavelmente com o nosso primeiro dia na escola. Infelizmente, este “grande dia” para as crianças é também o dia em que não podem escapar da nossa “sociedade sentada”. Nas crianças como é óbvio este problema ainda não se coloca, pois por norma são mais ativas que os adultos.

À medida que os glúteos vão ficando cada vez mais inativos, começamos a perder a capacidade de usá-los corretamente. O que é muito mau porque as nádegas possuem muito potencial, poder e força. Se fizermos tudo para manter os glúteos “acordados”, aí teremos muito mais potencial em termos de força na cadeia posterior. Logo as suas performances vão ser bastante melhores. No nosso organismo tudo tem uma razão de ser, sem glúteos fortes não conseguirá ficar de pé, nem estender as ancas de forma correta. Sem glúteos fortes outros grupos musculares têm que compensar essa fraqueza, tais como os músculos isquiotibiais ou lombares.  Como são obrigados a trabalho extra, cedem mais rapidamente. Normalmente as cãibras musculares são o resultado disso mesmo.

Será que você tem Amnésia Glútea?

A Amnésia Glútea por norma é mais incisiva em idosos, ou pessoas que passam muito tempo sentadas. A sociedade atual faz com que muita gente sofra deste síndrome. Para saber se tem Amnésia Glútea faça o seguinte teste:

Deite-se de costas, deslize a mão para debaixo das nádegas e flexione-as uma após a outra. Mude constantemente entre a esquerda e a direita e flexione-as tão apertado quanto possível. Se não sentir caibras em outras partes do corpo está no bom caminho. Mesmo conseguindo fazer bem este exercício, não pense que não sofre de Amnésia Glútea. Como referi anteriormente está apenas no bom caminho. A Amnésia Glútea também pode significar que você não consegue manter a linha da cintura paralela ao chão enquanto está de pé ou se move numa posição vertical. Este é o primeiro sinal de Amnésia Glútea. Este conceito foi apresentado pela primeira vez por Laurence Morehouse e Leonard Gross nos seus livros “Total Fitness” e “Maximum Performance” em 1980. Eles descrevem uma mulher que desliza sem esforço para a universidade, e mantém a linha da cintura paralela ao chão em todos os momentos. Infelizmente, esse não é o caso da maioria da nossa população. Nós somos mais propensos a deixar as ancas para a frente. É a chamada inclinação pélvica anterior.

A pélvis deve estar sempre neutra

A pélvis deve estar sempre numa posição neutra, quando se esta sentado, de pé, enfim em todas as situações. Esta posição correta alivia a parte inferior das costas. Se você estiver em uma posição neutra, qualquer força e peso corporal serão divididos em várias partes do corpo. Portanto, você está livre de dor. Mesmo durante o treino, exercícios como kettlebell swing, deadlift, a linha da cintura deve estar paralela ao chão. Tente-se focar neste pormenor. Quem tem Amnésia Glútea, perde bastante em termos de potencial e força nos variados exercícios. Parece estranho, mas se os glúteos não estão a trabalhar como deve ser em relação à extensão da anca, outro grupo muscular terá que o fazer. Na maioria das vezes são seus isquiotibiais ou os músculos inferiores das costas.

Isto leva a uma bola de neve no organismo, vários grupos musculares terão que fazer trabalho extra para compensar a falha dos outros. O objetivo do organismo é se manter de pé independentemente dos grupos musculares que estão a trabalhar. Logo isso proporciona a ter glúteos fracos, isquiotibiais apertados e uma parte inferior das costas doloridas. Os músculos flexores da anca ficam sob stress. Como é óbvio pode levar algum tempo, mas há uma solução para a Amnésia Glútea.

Qual a solução para a Amnésia Glútea?

A solução pode parecer muito simples e de facto é, leva é algum tempo. Para contrariar a Amnésia Glútea é preciso reforçar bastante os glúteos e trabalhar muito a mobilidade, pode fazê-lo com exercícios como squats, lunges, hip thrusts, pistols, split squats. Enfim tudo o que envolva squats. Mas como é óbvio não vai só fazer exercícios ou variantes do squat. Fale com o seu coach para orientar o seu treino de forma correta, ao reforçar os glúteos as suas performances irão melhorar com certeza!

ARTIGO PATROCINADO POR XCORE NUTRITION
CLIQUE NO SEGUINTE LINK: prozis.com/1sMq
E UTILIZE O CUPÃO: PLANETAC
PARA OBTER 10% DE DESCONTO EM TODOS OS PRODUTOS DO SITE DA PROZIS

Fonte: BoxRox

VEJA TAMBÉM
loading...

Deixar uma resposta