Faça Pausas Isométricas para perceber o que está a Falhar no Exercício

Qualquer desporto deve obedecer a algumas regras, e padrões no que respeita ao treino, no Crossfit um dos padrões a seguir e qualquer coach pode confirmar isso mesmo, é a Mecânica – Consistência – Intensidade. Em qualquer desporto um bom padrão de movimento é fundamental, é por isso que a biomecânica do corpo humano, hoje em dia é estudada ao pormenor. Sem um bom padrão de movimento, a probabilidade de atingir altos níveis de performance decresce exponencialmente. O segundo passo deste conceito, é a consistência, treinar a consistência num movimento é fundamental, só depois de o atleta demonstrar uma boa consistência no padrão do movimento, é que se aplica o ultimo conceito e se progride para a intensidade.

Power Clean

Este é um conceito fácil de entender sem dúvida, mas compreender por si só não basta há que aplica-lo. Como é que se deve aplicar este conceito em atletas, que querem apressar as coisas e saltar etapas? Sim porque no Crossfit isso também acontece. Simples, o segredo está em fazer pausas isométricas de 2 a 3 segundos.

O que são pausas isométricas?

As pausas isométricas, permitem que os atletas treinem os padrões de movimento de uma forma mais efetiva, permite que o atleta sinta a posição por alguns segundos, e o seu coach pode também perceber as suas dificuldades e corrigi-las. As pausas isométricas também permitem trabalhar a intensidade, faz com que o atleta tenha que baixar as cargas, para conseguir controlar melhor o movimento. Podem ser aplicadas de variadíssimas formas, e em vários exercícios. Por exemplo:

Squat – ajuda a perceber que ângulo deve atingir no agachamento

A pausa isométrica, ajuda o atleta a perceber a que profundidade e ângulo deve atingir no movimento, back, front, overhead, enfim serve para qualquer variante do squat. Atletas que ainda tenham dificuldade em atingir a sua posição inferior, devem trabalhar bem e permanecer lá por alguns segundos, se for o seu caso peça obviamente ajuda do seu coach para lhe corrigir a posição.

Squats

Snatch – ajuda a não levantar as ancas cedo demais

Se as suas ancas sobem cedo demais no movimento de arranque, considere ficar na posição de arranque com a barra elevada a alguns centímetros do chão, por alguns segundos, só depois conclua o movimento. Desta forma o peso fica distribuído mais corretamente, e o seu tronco fica numa posição mais correta, o seu coach também terá tempo para analisar melhor o movimento, e corrigir o que for necessário.

Overhead Squat

Power Clean – evita a chamado Jumping Jack Footwork

Muitos atletas, têm a tendência para abrir um pouco as pernas no final do movimento do Power Clean, especialmente quando as cargas são elevadas. Já por isso é que muitos coachs chamam de “Jumping Jack Footwork”. Para corrigir esta falha no movimento, no final do movimento do Power Clean na hora da receção nos ombros, faça uma pausa isométrica de 2 a 3 segundos. Posteriormente se os pés estiverem muito afastados, coloque os pés na posição correta para perceber a falha, e faça um front squat. O seu front squat começará de uma posição correta. Repita o movimento, e depois da receção faça a pausa isométrica e tente fazer um front squat, na posição que está sem a corrigir. Obviamente vai perceber que o front squat se irá tornar mais complicado, pois a receção não foi a melhor e os pés não foram corrigidos.

deadlifting

Tente fazer pausas isométricas em alguns exercícios com cargas mais reduzidas, para perceber as dificuldades no seu padrão de movimento, mas atenção, faça-as sempre com o acompanhamento do seu coach para lhe corrigir o movimento.

ARTIGO PATROCINADO POR XCORE NUTRITION
CLIQUE NO SEGUINTE LINK: prozis.com/1sMq
E UTILIZE O CUPÃO: PLANETAC
PARA OBTER 10% DE DESCONTO EM TODOS OS PRODUTOS DO SITE DA PROZIS

 

Fonte: crossfitinvictus.com

VEJA TAMBÉM
loading...

Deixar uma resposta