O que é o Tabata e qual a sua origem?

Quem anda nisto do crossfit de certeza que já fez alguns treinos Tabata, pois é tem um nome bastante diferente dos outros exercícios, ou dos wods que se costuma fazer. Mas não deixa de ser também um tipo de treino bastante interessante e funcional. Por isso mesmo, vou-lhe deixar um pouco da história de como surgiu o Tabata, e em que é que consiste, se já sabe é sempre bom relembrar, se não sabe um pouco de cultura geral do desporto que pratica é sempre bom.

tabata-workout

Como surgiu o Tabata

O nome vem do Dr. Izumi Tabata, que em 1996 realizou um estudo para potenciar o consumo máximo de oxigénio, nesse mesmo estudo o Drº Tabata descobriu uma forma para aumentar tanto a capacidade aeróbia , como a anaeróbia simultaneamente.

Nesse estudo, os atletas que realizaram pequenos intervalos de 4 minutos “Tabata”, obtiveram um aumento maior no consumo máximo de oxigénio, que os atletas que realizaram sessões de treino mais longas (60 minutos), e os de média intensidade. Os atletas que fizeram o Tabata tiveram um aumento em 14% da sua capacidade aeróbia, e 28% da sua capacidade anaeróbia.

No seu estudo o Drº Tabata realizou várias “experiências”, mas escolheu como o melhor para aumentar o consumo de oxigénio e a potência aeróbia, o seguinte método. Oito séries de 20 segundos de intervalos de treino, alternado com 10 segundos de descanso.

Quais os benefícios do Tabata

Por ser esforços de alta intensidade, o método Tabata trás grandes benefícios ao nível aeróbio, sem o grande desgaste muscular que normalmente os treinos de resistência implicam. Este método é uma excelente alternativa ao treinos aeróbios mais longos, e por vezes desmotivantes para muitas pessoas. Este é um método em que por norma são utilizados exercícios de força geral, tais como burpees, squats, push ups, saltos, mountain climbers, sit ups, entre outros.

photo_tabata_lettersflame

Qual é a estrutura do Tabata?

O Tabata tem uma estrutura muito simples ora vejamos:

  • 8 séries
  • 20 segundos de execução do exercício (intensidade máxima)
  • 10 segundos de repouso
  • 4 minutos de trabalho

Este é um método de treino bastante bom para quem tem pouco tempo para treinar, pode ser executado em espaços pequenos, e não precisa de material específico. Convém ressalvar que não é aconselhado a grávidas, e pessoas com problemas cardíacos ou músculo-esqueléticos.

Para ter uma noção de como o Tabata funciona, veja o vídeo que se segue, e se não sabe fica a saber que existem músicas próprias de Tabata para treinar. Músicas que têm um ritmo que como se costuma dizer “dão uma pica do caraças”e marcam o ritmo por si. Mas veja o vídeo para ter uma ideia.

Fonte: Sportlife,pt

loading...

Deixar uma resposta