Reebok Começa a Perder Força no Mundo do CrossFit

Há muitos anos atrás quando a CrossFit Inc nasceu, e se começou a afirmar como o melhor desporto de Fitness (pelo menos na minha modesta opinião) do mundo. A Reebok foi a marca de vestuário desportivo que se associou ao CrossFit, e tinha todo o monopólio.

À medida que o CrossFit ia crescendo, a Reebok também. De tal forma que a CrossFit Inc, colocava restrições aos atletas que não usassem material da Reebok nos Crossfit Games. Assim continuou por muitos e bons anos. Mas algo está a mudar radicalmente nestes últimos anos.

O que está a mudar nesta parceria?

A Reebok tinha os melhores atletas patrocinados, o monopólio total da roupa e calçado utilizado nos Games, por alguma razão é que a melhor competição do mundo se chama “Reebok CrossFit Games”

Como referi anteriormente algo está a mudar, e tudo começou com os vários desentendimentos entre a Reebok e a CrossFit Inc, ao longo destes anos mais recentes. A quebra por parte da Reebok em aspetos de publicidade e questões económicas, está a fazer com que a parceria esteja a perder força. A Crossfit Inc nestes últimos anos está a fazer grandes mudanças, e exigências. Poucos devem ser os parceiros deles que não terão problemas…Mudanças até nas redes sociais, recentemente fecharam a conta de facebook e instagram.

Relativamente as mudanças nos CrossFit Games, atualmente os atletas que vão aos Games já têm a possibilidade de utilizarem material desportivo da marca que quiserem, ou da marca à qual são patrocinados.

Em que medida estas mudanças afetam diretamente a Reebok?

Como sabemos, vivemos num mundo onde as aparências são uma arma muito poderosa, e os atletas que sobem ao pódio (todos eles com milhares de seguidores nas redes sociais) são patrocinados por marcas. Essa subida ao pódio representara com certeza visibilidade para a marca, logo o número de vendas aumenta.

Os pódios nos CrossFit Games eram maioritariamente por atletas da Reebok, ora vejamos, em 2014 o pódio foi o seguinte:

Masculino:

  1. Rich Froning (Reebok).
  2. Mat Fraser (Nike).
  3. Jason Khalipa (Reebok).

Feminino:

  1. Camille Leblanc (Reebok).
  2. Annie Thorisdottir (Reebok).
  3. Julie Foucher (Reebok).

Em conclusão, 1 dos 6 atletas que subiram ao pódio Não era patrocinado pela Reebok. Agora, vamos ver o pódio dos Games de 2018:

Masculino:

  1. Mat Fraser (Nike).
  2. Pat Vellner (Reebok).
  3. Lukas Hogberg (Nike).

Feminino:

  1. Tia-Clair Toomey (Reebok).
  2. Laura Horvath (Nike).
  3. Katrin Davidsdottir (Reebok).

Dos 6 atletas no pódio, apenas 3 são patrocinados pela Reebok. Pouco a pouco a marca está a perder terreno para a rival Nike e para outras marcas em ascensão.

A Reebok está a perder os melhores atletas

Alguns dos melhores atletas que eram patrocinados pela Reebok, já estão a “rumar” para outras marcas.  Por exemplo a Katrin Davidsdottir, uma das melhores atletas de CrossFit e vencedora dos Games por 2 vezes, já se despediu da Reebok e anunciou a sua parceria com a NOBULL. Uma marca que está a começar a ganhar terreno e ascensão no CrossFit.

Mas não é só a Katrin Davidsdottir, há rumores que a Tia Clair-Toomey também se vai associar a NOBULL. Embora a parceria com a Tia Clair-Toomey ainda seja especulação, o que é certo é que ela vai mesmo deixar a Reebok. Em declarações à Morningchalkup, responsáveis da marca confirmaram o divorcio:

Tia não está mais sob contrato com a Reebok. Não foi possível chegar a acordo para um novo contrato. Desejamos-lhe o melhor no futuro. Temos muita sorte em ter incríveis atletas de CrossFit, como Annie Thorisdottir, Camille Leblanc, Rich Froning e Pat Vellner, entre outros. E estamos sempre à procura por atletas que se encaixam com a nossa marca .

Isto demonstra claramente que a Reebok está a perder força no mundo do CrossFit, outras marcas já “estão a abrir os olhos” para tudo o que o CrossFit neste momento envolve a nível mundial. Será que a parceria Reebok e Crossfit Inc terá um fim à vista? A ver vamos num futuro próximo!

Fonte: RX Magazine

loading...

Deixar uma resposta